Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

nuages dans mon café

Quotidiano, inspirações, fotografia, filmes e outras coisas.

nuages dans mon café

Festival da Canção '15 - 1ª Semi-final

Todos os anos costumo ver o Festival da Canção na RTP desde o início, mas desta vez só vi a Semi-final, que foi ontem à noite.

Confesso que não fiquei impressionada, o que já é normal. Portugal nunca consegue investir com força e garra numa música que nos leve mais longe. Parece que às vezes faz só o suficiente para parecer bonito, quando deveria ser uma coisa feita para a realeza, como quem diz, com toda a pompa e rigor que merecia.

Daquilo que vi e ouvi, é quase tudo mais do mesmo. Ou estão a morrer, ou é meio pimbalhado ou então investem nas bailarinas. Aquela que ganhou o ano passado, sempre que a ouço, só me lembro de um robô. Canta mal todos os dias, só tem figura e, um ano depois, continuo a achar que a cunha do Emanuel não lhe serviu de nada, porque não ganharam de qualquer das maneiras.

Estas foram as 6 músicas da Semi-final...

Lisboa, Lisboa por Rita Seidi

Com um bom ritmo, mesmo ao estilo da Sara Tavares, a letra também não é má, mas para mim é para representar Portugal e não acho que tenha algo a ver. Pelo menos sou a favor do Fado - ou do Cante Alentejano (devia ser bonito!). Nada contra, mas este ritmo, pelo menos a mim, não me diz Portugal.

 

Há um mar que nos separa por Leonor Andrade

Gostei bastante do ritmo, da letra e principalmente da voz da interprete. Lembrei-me muitas vezes de Amor Electro em certas partes da música. De qualquer das maneiras não seria uma música para levar à final, mas não é nada má!

 

A noite inteira por Filipa Batista

Só me lembrei daquelas malucas de outros países que vão lá à grande final e que uma pessoa não percebe nada, mas que vemos elas a viverem a música de uma maneira super intensa. Não gostei, não sei porquê. Parecia-me uma música do tipo meio pimpa, meio Rute Marlene. E a única coisa que retenho da música é agora vou seguir, vou saltar a fogueira... ahm... é isso!

 

Outra vez primavera por Yola Dinis

Fado! Alguém do fado a competir! Isto sim representa Portugal! Não é que seja fã da voz no início da música, acho que deveria ter mais força, mas até ao final da música arrepiou-me bem, porque vai em crescendo! Adorei, acho que é uma das melhores para ganhar isto. E a voz da interprete é muito boa.

 

Tu tens uma mágica por Gonçalo Tavares

Tão à maneira maluca do José Cid tocar e cantar, não tivesse a música um toquezinho dele. Não achei grande piada às bailarinas ali quando ele passa o tempo todo sentado. Nao fiquei fã, de todo, não gostei mesmo.

 
Paz por Adelaide Ferreira
Não sei porquê, nunca engracei com as musicas desta senhora. Esta é igualzinha ao Papel Principal. Parece que está a morrer, não gosto nada. Alias, nunca gostei nada de ouvir esta mulher a cantar, quanto mais num Festival da Canção. A música não se adequa a nada, a não ser ao estado de espírito dela depois de ter salvo a filha lá no Brasil. Não acho que seja música para mostrar num concurso destes, nos programas da tarde e manhã tudo bem, mas ali? Não.

 

Aqueles que passaram à Final escolhidos pelo público:

Outra vez primavera por Yola Dinis

Há um mar que nos separa por Leonor Andrade

 

Aquele que passou à Final escolhido pelos compositores e júri:

Tu tens uma mágica por Gonçalo Tavares

 

 

 

4 comentários

Comentar post