Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

nuages dans mon café

Quotidiano, inspirações, fotografia, filmes e outras coisas.

nuages dans mon café

Love is

 

Descobri que o amor acontece ao acaso. Que chega devagar, instala-se e cresce desalmadamente. Que quando menos esperamos, ele está ali, bem na nossa frente, com um coração enorme, aberto e pronto a deixar-nos entrar. Há 2 anos que sei que este é o meu porto de abrigo, o meu melhor amigo, o meu grande amor. Se há coisa melhor do que sentir uma revolução cá dentro sempre que o vejo? Não, não há! Mas há muito mais do que borboletas quando ele me mima e quando me olha com aqueles olhos meigos, há um zoo inteiro!

 

Aprendi a ser uma pessoa melhor ao lado dele. Aprendi a ser mais compreensiva, mais dada às pessoas, mais amiga e menos egoísta. Aprendi a amar, mas a amar com todas as forças que me são possíveis e impossíveis! Aprendi como se deve cuidar de alguém, como nos devemos preocupar com alguém, como a devemos amar de verdade, como as pequenas discussões podem nos abalar, como uma frase/palavra mal dita nos pode magoar. Aprendi a ser a melhor amiga deste mundo, a melhor ouvinte e o melhor ombro amigo. Aprendi a ser a mulher dele, assim como ele aprendeu a ser o meu homem. Crescemos juntos e assim continuará por muito mais tempo.

 

Tivemos o pior ano das nossas vidas, com a doença dos nossos pais, mas estamos todos de pé, quase livres desse grande inferno que nos assolou e cada vez mais unidos. Temos sido uma pequena grande família, temos superado obstáculos horríveis e temos conseguido passar por cima. E sabe tão bem falar disso 1 ano depois, sentir a paz e a felicidade quase total! Sim, a felicidade conquista-se com momentos, com vitórias, com vontade! E eu posso dizer que sou feliz, embora a vida me tenha colocado imensos desafios no caminho e este ano provou isso mesmo.

 

Já são 2 anos, meu amor.

 

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2