Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

nuages dans mon café

Quotidiano, inspirações, fotografia, filmes e outras coisas.

nuages dans mon café

Movie Review | Planeta dos Macacos: A Revolta

 

Planeta dos Macacos: A Revolta, 2014

Este fim-de-semana foi dedicado aos filmes e - sinceramente - ainda bem! O meu pai queria ver uma coisa diferente daquelas séries que vê todos os dias na TV, porque não dá mais nada de jeito para ver, e o G. também estava lá em casa, então estivemos entretidos durante a tarde e noite de domingo.

Nenhum de nós tinha visto o primeiro filme - Planeta dos Macacos: A Origem - então começámos por ver esse. Foi giro, comovente e interessante do início ao fim. Chegámos ao final com a sensação de que tinha sido um tempo bem passado e que mereciamos mesmo ver o segundo.

 

O segundo - A Revolta - conta-nos como Caesar conseguiu liderar bem a sua nova família, como eles alcançaram também um determinado nível de inteligência, como construiram a sua aldeia e se tornaram tão organizados que até tinham uma escolinha em que o Maurice educava os mais pequenos. Além disso, Caesar também aparece com a sua própria família: o filho e a mulher que está grávida e acaba por dar à luz.

Mas tudo isto acontece 10 anos depois da população de humanos ter sido aniquilida pelo vírus símio que se alastrou por todo o mundo, só deixando vivos aqueles que foram imunes.

Quando a família dos macacos pensava que estava livre dos humanos, eles regressam e começa o caos. Eles precisam da barragem que está perto dos macacos para terem de novo energia, porém as coisas não correm muito bem e como em todos os filmes, tem de haver um mau que, neste caso, não é um homem, mas sim um macaco. O resto não conto, porque é preferível verem.

 

A opinião com que fiquei do filme foi que estava muito bom e bem conseguido. Tem partes engraçadas, intrigantes, comoventes e outras que só apetece berrar para a TV e rogar pragas àquela gente.

Sim! Passei o filme todo a ralhar interiormente com o macaco estúpido que desde o início achava não ser muito bom da cabeça. Afinal a inteligência não podia dar toda para o bem, não é? Então passei o tempo todo a desejar a morte ao Koba, porque me estava a dar um nojo. Enfim. Mas foi um óptimo filme e recomendo vivamente! E quem não viu o primeiro, tem mesmo que ver para perceber melhor a história deste.

Ah e outra coisa: fiquei com a sensação - pequenina - de que irá haver um terceiro filme. Será?

 

Classificação do IMDB: 7,8/10

Classificação nuages dans mon café: 8,5/10