Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

nuages dans mon café

Quotidiano, inspirações, fotografia, filmes e outras coisas.

nuages dans mon café

Rendi-me à Medicina Chinesa

 

Estou rendida a isto! Acupunctura. As ditas cujas das agulhas. Quem diria que eu, a pessoa que faz análises e não consegue olhar para aquilo, ia experimentar esta técnica! E digo-vos, estou encantada.

Recorri à medicina chinesa porque desde os 15/16 anos que sofro horrores com as aftas (que um amigo meu trata carinhosamente por almôndegas, vá riam-se, mas vou passar a usar o termo por aqui para não chocar as pessoas.). Tenho tido crises enormes e quem lê o blog desde o início sabe que já fiz imensos exames e análises, já recorri a um dermatologista, correu mal, porque ao invés de me ajudar a melhorar deste problema, ganhei novos problemas, como arritmias, peso a mais e problemas digestivos e acabei por cortar relações com essa parte da medicina em Janeiro e todos esses problemas foram-se, menos as almôndegas.

 

Vou explicar-vos em que constam estas crises: são fases pelas quais tenho passado, em que do nada, aparecem-me 5/6 almôndegas, quer sejam na língua, quer sejam nas gengivas, nos lábios, etc. e vão crescendo, crescendo, ficam enormes e depois com a comida traumatizam-se e duram cerca de 1 mês ou dois a desaparecer. Enquanto isto, vão aparecendo mais e mais, chegando a ter 10/20 almôndegas de cada vez. Bom, acho que estão a imaginar o martírio que é comer, beber, falar, lavar os dentes e até dormir. Neste momento estou no fim de uma dessas crises que me levou 2 meses e meio a passar. Tem sido um pesadêlo e às vezes só rezo para que não me façam falar, porque eu não consigo.

 

A semana passada o meu pai teve uma consulta com o cirurgião dele e pediu-lhe conselhos sobre o meu caso. O senhor disse que isto não tinha nada a ver com dermatologia (até aí tínhamos chegado), que deveria tentar reumatologia e, caso não tivesse efeito, estomatologia. O G também foi ao dentista, falou-lhe no meu caso e o senhor disse para eu experimentar acupunctura, porque ele tratou-se assim. Só bons conselhos!

Para mim é um pouco estranho tudo isto da medicina chinesa: como é que agulhas tratam alguma coisa? Mas bom, marquei consulta e fui lá ontem. Correu lindamente! Adorei! Fiquei a perceber um pouco mais da coisa, o doutor foi super explicativo e ainda falámos do que poderá causar isto.

 

A família da minha mãe e ela mesma têm diabetes, todos os irmãos ou quase todos, os meus avós... bom tudo daquele lado! Eu não tenho, mas não me livro de poder desenvolvê-lo a qualquer momento ou mais tarde na vida. Então com uma série de questões que ele me fez, chegámos à conclusão de que tenho excesso de energia no estômago (que provoca um calor que sobe à boca e se manifesta com a forma de almôndegas) e baixa energia no baço, então quanto mais baixa ficar, mais forte fica a outra, então temos de criar um equilíbrio. Se eu já andava a pensar em #noexcuses para ter um corpo e alma sãos, agora estou ainda mais motivada a reeducar a minha alimentação e os meus hábitos. Vou ter de me alimentar quase como os diabéticos, cortando em açúcares, fazer mais exercício, beber muita água e cortar na lactose! Até aqui tudo bem, já andei a experimentar leite sem lactose, mas ele recomendou-me algo novo, bebida de arroz, vamos a ver. E o tratamento vai ser também à base de agulhanço uma vez por semana e um suplemento ao pequeno-almoço e ao jantar.

 

Fora isto tudo, também vou fazer umas análises às alergias, que o meu médico de família me passou, para descobrir se ando a consumir alguma coisa que me esteja a afectar mais ou não.

 

O que podem esperar disto? O mesmo que eu, melhoras a todos os níveis e muitas aventuras e novidades para vos contar aqui. Quem sabe o blog não passe a ter um toque mais saudável? Vamos a ver!

 

Alguém por aí com o mesmo problema ou que já tenha experimentado acupunctura? Contem-me tudo!

 

» Créditos da imagem: Pinterest

 

16 comentários

Comentar post