Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

nuages dans mon café

Quotidiano, inspirações, fotografia, filmes e outras coisas.

nuages dans mon café

Mentiras que me contavam quando era pequena

 

Quando somos pequenos e fazemos perguntas mais complicadas, os adultos têm tendência a contar-nos mentirinhas inocentes como forma de explicar algo que eles pensam que não vamos perceber. Os meus pais, tios, etc. não foram diferentes e é sobre isso que vou falar hoje: as mentiras que me contavam quando eu era pequena.

 

Trovões // É o velho a empurrar o bidão! ou É a velha a partir os pratos!

Pois bem, sempre que eu ouvia um trovão, achava estranho o som e o meu pai contava sempre grandes histórias para minimizar o medo da coisa. Dizia que era o velho a empurrar o bidão ou a velha a partir pratos. Criança como era, sempre acreditei nisso até saber a verdade.

 

Pára-brisas do carro // Ele sabe sempre quando o vidro está cheio de água!

A verdade é que não sabe nada e somos nós que o activamos e colocamos o timing que é necessário. Mas eu acreditava que sempre que eu deixava de ver o caminho, o pára-brisas sabia disso e limpava sozinho, sem ninguém lhe tocar. Era um máximo, porque também ninguém me queria explicar que não era automático.

 

Fiambre // Isso é carne de cavalo. Eles cortam um bom bife e depois nós compramos às fatias.

Escusado será dizer que isto durou imenso tempo até eu saber ler e ver o rótulo da embalagem a dizer fiambre de porco. Aí houve um dia em que o meu pai voltou a dizer isso e eu disse-lhe que não era, porque li o rótulo. Ups!

 

Morte // Agora é uma estrelinha!

Bom, isto até hoje em dia se conta e fico bastante dividida. Por um lado é bom pensarmos que temos uma estrelinha no céu a olhar por nós, por outro é completamente falso. Não há estrelas porque morrem pessoas, há estrelas porque há! Mas para as crianças esta é de todo a mentira mais querida.

 

Bébés // A cegonha é que traz os bébés!

Eu passava a vida a contar ninhos de cegonha sempre que ia viajar para algum lado, até que as vi com os seus filhotes e tiveram de me explicar que elas não trazem bébés nenhuns e que era tudo mentira.

 

Desenhos // Que desenho tão giro!

Oh, por favor! Se eu aos 7 anos desenhasse tão bem como hoje em dia, então era uma estrela!

 

Pai Natal // Tens de ir dormir cedo para que ele te deixe os presentes!

Quando acordava no dia a seguir tinha as prendas dentro da lareira. Mais tarde quis apanhá-lo à meia-noite e... ele não apareceu, mas de manhã estavam lá as prendas. Até que um dia percebi que não acendiam o lume porque era Natal e tinham de lá meter as prendas... a partir daí acabou-se o Pai Natal.

 

Cenouras // Come isso que fazem-te os olhos bonitos!

Já eram bonitos antes de as comer, por isso, duvido que tenham melhorado à pala das cenouras. De qualquer das maneiras, eu gosto muito de cenouras, eheh.

 

Abóboras // Come isso para teres força nas pernas!

Ahm... é quase o mesmo das cenouras, eu gosto e pronto, não é por me ajudarem a ficar forte que como.

 

E vocês, que mentiras é que vos contavam?

» Créditos da imagem: Pinterest

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.